Arquivo da categoria ‘Alienação

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

14591609_1837064366528215_5738356241432116982_n-vao-catar-bosta

Anúncios

Publicado outubro 8, 2016 por heitordacosta em Alienação, As imoralidades, CRIME

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

o Jegue e a Anta

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Vamos que vamos…Dilma sozinha na pista

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Pois é … Até Que FIM A Verdade Sobre a Campanha Que Tenta desmoralizar um Atuação Brilhante fazer juiz Sergio Moro foi Revelada. Ela ESTÁ baseada Simplesmente em hum dos Sete Pecados. A inveja !. Os pavões that passeiam cabelo Plenário do Supremo Tribunal Federal NÃO admitem that um Atuação do juiz Sergio Moro POSSA ofuscar SEUS Espaços.
Alguns Pecadinhos ea Inveja contra Moro
feira Segunda, dia 4/4/16, Assisti uma excelente entrevista fazer excelente ministro Marco Aurélio Mello, comandada cabelo exímio e Brilhante jornalista Augusto Nunes e demais Profissionais da Comunicação, com destaque Ao José Newmane Pinto, Pela Televisão Cultura. Percebi, com profunda tristeza, uma Extensão Malefica Que o Poder Executivo Atual, exerce Sobre ESSA Casa Que se Diz de Justiça, (STF).
Restou demonstrada ESSA Manifestação NÃO SOMENTE de “Alguns pecadinhos” como Bem reconheceu o Notável ministro, mas de Uma somatória Bem Mais Elevada dos aludidos “pecadinhos”, destacando-se hum dos that compõem OS Sete Pecados Capitais, o Mais execrável “, uma inveja “, exercida contra o nobre juiz Sergio Fernando Moro.
A dicção do respeitado ministro deu-me calafrios. Com SUA peculiar Transparência Disse: OS Movimentos das Ruas fazem Com que o juiz Sergio Moro se assemelhe a um “deus”. Ouvir de Alguém, respeitamos Que, profundo conhecedor das virtudes, Que ostenta Assento no templo Mais Elevado, em Que se presumir Florescer o Espírito de Justiça, cultuada Pela Tradição de SEUS muros, transluzir uma aparencia comparativa Desta Maneira, não!
Senhor ministro não! Ele, Sergio Moro, certamente NÃO E UM deus, mas hum juiz digno, não Exercício de SUA Função, Que Não Se PODE encobrir SUA obra Meritoria that fulgura sem Patamar das Tradições da Liberdade, da ética.
Sérgio Moro Atua soluço o Fluxo dos Fundamentos Morais, da Verdadeira democracia, com SEUS nítidos Contornos PROCURANDO estabilizar o futuro da Justiça Social, da Segurança de Uma Sociedade Que vive em constante estado de Atenção em decorrência de Uma facção corrupta Que domina o Poder Deste país e, sobretudo, com Maior apreço, sem se olvidar e fazer “tabula rasa” dos DIREITOS e Garantias Inscritos na Constituição federal, Como postulado indeclinável de garantir o Respeito merecido Ao Poder Judiciário do Brasil.
Notou-se, cabelo desenrolar da entrevista that um Investe Corte Suprema na Articulação da desmoralização e descrédito fazer Único juiz that desfraldou uma bandeira da Caça AOS Políticos Corruptos.
TALVEZ, POR Ser ELE UM Componente do judiciário Poder, Composto POR Magistrados honrados, Que Não Se curvam Ao Jogo de Interesses em prol da classe dominante corrupta, parágrafo salva-los em julgamentos de Interpretação da lei Sob o espectro acinzentado da eliminação hipotética fazer Fato .
Restou claro, Estreme de Dúvida, Que o Supremo Tribunal Federal NÃO ESTÁ atado AOS Interesses da sociedade, mas sim AOS alhures e, AOS that demonstram um Evidência dos that ostentam o “figurino” fazer Desvio de Conduta.
Parabéns Ao jornalismo Sério Deste País.
Laercio Laurelli – Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Professor de Direito Penal e Processo Penal – Jurista – articulista – idealizador, Diretor e apresentador do Programa de TV “Direito e Justiça em Foco”.

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Pois é…Ferreira Gular

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Pois é… Os Petralhas não desistem. Agora tentam arranjar um meio através da restrição de anúncios as Mídias que derem destaque ou retratem de forma clara e transparente, a verdade verdadeira.

Presidente do PT defende cortar anúncios de TVs que ‘apoiaram’ manifestações
Rui Falcão disse que “quebra do monopólio da mídia” deve ser feita por meio de “uma nova política de anúncios para os veículos”
AE
O presidente do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, defendeu, em reunião fechada com a bancada, que o governo deve restringir a veiculação de publicidade nos veículos de comunicação que “apoiaram” e “convocaram” as manifestações contra a presidente Dilma Rousseff no domingo, 15.

“Não se enganem. O monopólio da mídia não será quebrado apenas nas redes sociais. Isso é uma ilusão”. O dirigente disse, em seguida, que a “quebra” do monopólio deve ser feita por meio de “uma nova política de anúncios para os veículos da grande mídia”. Para ilustrar sua tese, ele citou um caso que o pegou de surpresa.

“A Record, que sempre teve uma simpatia maior por nós, no domingo começou em rede aberta a convocar a manifestação. Foi uma briga por audiência. Nesse caso não foi nem má-fé”. O presidente da sigla disse aos presentes que não adianta “minimizar” o que ocorreu no domingo, mas pontuou que o sucesso das manifestações se deve “exclusivamente” a convocação da “grande mídia”. Segundo Falcão, as redes de TV “manipularam” os números de participantes.

O Petralha MOR

O Petralha MOR

Publicado março 20, 2015 por heitordacosta em Alienação, As imoralidades, As Maracutaias, CRIME

Etiquetado com , , ,

A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Cabeças Pensantes atentem e vigiem

Apostas desportivas online:

A maneira mais fácil de lavagem de dinheiro.

As apostas desportivas movimentam 500 mil milhões de euros por ano, desses cerca de 100 mil milhões são provenientes de lavagem de dinheiro.

O sucesso das apostas desportivas.

Com a explosão das apostas desportiva via Internet, a lavagem de dinheiro tornou-se mais fácil e quase impossível de detectar e controlar.

Existem atualmente mais de 15 000 sites de apostas desportivas, dos quais 85% são ilegais, isto é não têm qualquer legalidade em nenhum território. A grande maioria desses sites ilegais estão sediados na Ásia: Singapura, Tailândia, Hong Kong e China.

A maioria das apostas provêm do continente asiático (70%), culturalmente os chineses gostam de fazer apostas sobre tudo e mais alguma coisa, gostam de arriscar. Já nos países do sul da Europa as opostas recaem predominantemente sobre o clube favorito, enquanto que no países do norte da Europa, estas realizam-se mais sobre o prévio estudo estatístico dos jogos.

As apostas desportivas são feitas predominantemente nos jogos de futebol, 40%, sendo que na Ásia podem atingir mais de 80%.

Quem são os comenditários? Como circula o dinheiro? Como são corrompidos os jogadores? Neste tipo de apostas quais são as relações entre as máfias italianas e as tríades chinesas?

Fácil e lucrativo.

Quando se tem uma grande quantidade de dinheiro “sujo”, proveniente do tráfico de droga, prostituição ou armas, o objetivo é introduzi-lo na economia legal para o tornar “limpo”, mesmo que para isso se perca um pouco desse dinheiro.

Ora, com as apostas desportivas, não só essa lavagem se efetua facilmente, como também até se pode ganhar muito mais dinheiro do que o investido através da falsificação de resultados. Apostando por exemplo um milhão de euros numa equipa mais fraca, e que por essa razão tem uma cotação de 1 para 5 poderá ganhar com esse milhão investido 5 milhões.

O crime organizado tem assim à sua disposição, através das apostas desportivas na Internet, um meio relativamente fácil, pouco arriscado e com sanções mínimas, à sua disposição. Com a falsificação de resultados o ganho ainda é maior. É muito difícil provar se um jogador fez de propósito para deixar entrar um gol ou outro falhar um gol.

Difícil de controlar.

Para tentar detetar possíveis jogos ou resultados suspeitos, existem equipas especiais ligadas às polícias constituídas de traders e antigo bookmakers, que tentam analisar as cotas dos vários jogos e com a ajuda de programas informáticos detetar evoluções suspeitas. Este deteção é ainda mais difícil quando atualmente se podem fazer aposta em “live betting”, isto é no decorrer dos jogos. Durante um jogo de futebol de 90 minutos pode ser transacionado um volume de mais de mil milhões de euros.

Estes fluxos financeiros são extremamente voláteis e evoluem a cada minuto. Mesmo que existisse uma tentativa de uniformização européia legal das apostas desportivas online, o fluxo de dinheiro nos sites legais é ínfimo comparado com os dos sites ilegais.

Meios financeiros colossais, legislação inadaptada, facilidade de utilização, dificuldade em localizar a proveniência do dinheiro apostado, são algumas das razões do sucesso das apostas desportivas que ameaçam o espírito e a verdade desportiva.