A Ordem das Cabeças Pensantes   Leave a comment

Editorial.

A edição 57 da revista jhcMídiaDigital a primeira do ano 2016. Como sempre, apresenta os fatos que acontecem em nosso Orbe. As incoerências em velocidade crescente continuam assombrando aqueles que distante dos fatos nada podem fazer.

O continente europeu, diante do êxodo de refugiados e imigrantes que desesperadamente fogem das intolerâncias religiosas e dos ditadores insanos e, buscam asilo nesses países, enfrentam uma forma desumana de impedir que alcancem seus objetivos. Aqueles que ainda têm algum dinheiro ou traz consigo uma lembrança de um passado recente, são tungados por aqueles que lhe deveriam dar as mãos não para tomar-lhes seus únicos meios de ainda poder sobreviver e sim, para ajuda-los. A Humanidade está doente.

Vemos também que quando se trata de interesses tudo é justificável até, a falta de respeito, da moral, nos envolvimentos dos fatos. Se a Arte é considerada obscena, ela sempre terá um lugar para ser vista ou não, porém, nem sempre a imoralidade está presente no trabalho apresentado e sim, no critério de quem julga.

A nudez serve na maioria dos casos, como um instrumento de controle usado por aqueles que enfeixam entre suas mãos o poder. Como comercio, torna-se valioso, em alguns casos em querelas politicas se fazem presentes. Se todas as obras de arte que constam do acervo do Vaticano para não causar constrangimento são ocultas,

podemos considerar que o local não é adequado para ter ‘obras’ profanas.

Boa leitura.

José Heitor da Costa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: