Arquivo para julho 2008

Cabeças Pensantes atentem e vigiem – Não dá mais –   Leave a comment

 
 
                    Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
                                                  Não dá mais para segurar
 
 
 
 

Cabeças Pensantes atentem e vigiem

 

Não dá mais para segurar.  

 

 

Nesse momento, diante dessa linda manifestação da natureza, nesta maravilhosa praia com suas calmas maretas espraiando-se sobre a molhada areia, eu percebo de quanto eu carecia desse momento.

 

Eu estou decepcionado com o ser humano. Antes de vir para esse lugar fiz companhia a uma pessoa que se preparava para a inevitável viagem, – a que todos nós faremos um dia-, enferma num leito de hospital, dependente de nós, familiares, quando permitido ou, pelos profissionais-abnegados Samaritanos-.

 

O empenho para que os laços fossem desfeitos, – sem ruptura-, ainda neste plano, não ofuscavam a aparente tranqüilidade expressa em seu semblante, onde ainda, era possível ver-se dignidade e, humildade, que nessa ocasião todos procuram ter.

 

Não bastasse esse fato, os últimos acontecimentos de tão absurdos, levaram a minha indignação a níveis perigosos a minha saúde física e mental, mas apesar de tudo, eu entendo ser uma pessoa privilegiada, pois ainda tenho meio, -espaço onde posso registrar meu descontentamento- e, muita disposição para assim proceder, porém, a quantidade de escândalos que a todo dia surgem em velocidade arrasadora, que nos transformam em folhas secas ao sabor de um vendaval, me faz pensar que a espécie humana está com seu prazo de validade vencido.

 

A desordem provocada pelos corrompidos ou, servos dos senhores donos do maléfico plano de desestabilização mundial, que de várias formas, tentam executar a implantação do status quo.

 

Em 2004, eu já alertava no meu livro “DOSSIÊ-onde revelo o insidioso plano-, as Influências da Ditadura do Índice de Audiência, que parte da Mídia corrompida e, comprometida usam para desestabilizar os valores constituídos”.

 

Agora metade do ano 2008-07-28, a Venezuela sofre desse mesmo processo. O embaixador venezuelano Roy Chaderton em discurso proferido na sede da Organização dos Estados Americanos (OEA), acusa a Mídia como a maior ameaça disfarçada contra o Sistema democrático e a justiça social.

 

A Mídia corrompida tem a missão de ocultar a informação veraz, envenenar os ingênuos e inadvertidos, ativar a desestabilização social e política, banalizar, mercantilizar e politizar o Tema dos Direitos Humanos, difundir violência, mediocridade e racismo.

 

A parte da Mídia sadia, séria, luta em desigualdade contra o Sistema opressor,

 Única reserva moral. Nós somos os últimos como pessoas de bem, parte de uma sociedade estupfata, que ainda-apesar de expressar sua revolta em cartas enviadas a redações de jornais-, nada mais faz.

 

E preciso haver mobilização, -já que conscientização está demonstrada- mudanças de comportamento. Nada de passeata na Orla marítima. Vamos para as avenidas no grande centro. Vamos mostrar que essa situação NÃO PODE MAIS, NÃO DEVE MAIS CONTINUAR111 Quando vocês resolverem assumir avisem-me.

 

-Mais, muito mais, eternamente-.

   

Publicado julho 28, 2008 por heitordacosta em Organizações

Cabeças Pensantes atentem e vigiem-PODRIDÃO III-   Leave a comment

              
 
 Foto-Heitor            Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
                                                 O Homem Bomba III O Retorno a Liberdade
 
 
 
 
 
    

Carta aberta à sociedade brasileira sobre a recente decisão do Presidente do Supremo Tribunal Federal no habeas corpus nº 95.009-4

Dia de luto para as instituições democráticas brasileiras

1.Os Procuradores da República subscritos vêm manifestar seu pesar com a recente decisão do Presidente do Supremo Tribunal Federal no habeas corpus nº 95.009-4, em que são pacientes Daniel Valente Dantas e Outros. As instituições democráticas brasileiras foram frontalmente atingidas pela decisão liminar que, em tempo recorde, sob o pífio argumento de falta de fundamentação, desconsiderou todo um trabalho criteriosamente tratado nas 175 (cento e setenta e cinco) páginas do decreto de prisão provisória proferido por juiz federal da 1ª instância, no Estado de São Paulo.

2.As instituições democráticas foram frontalmente atingidas pela falsa aparência de normalidade dada ao fato de que decisões proferidas por juízos de 1ª instância possam ser diretamente desconstituídas pelo Presidente do Supremo Tribunal Federal, suprimindo-se a participação do Tribunal Regional Federal e do Superior Tribunal de Justiça. Definitivamente não há normalidade na flagrante supressão de instâncias do Judiciário brasileiro, sendo, nesse sentido, inédita a absurda decisão proferida pelo Presidente do Supremo Tribunal Federal.

3.Não se deve aceitar com normalidade o fato de que a possível participação em tentativa de suborno de Autoridade Policial não sirva de fundamento para o decreto de prisão provisória. Definitivamente não há normalidade na soltura, em tempo recorde, de investigado que pode ter atuado decisivamente para corromper e atrapalhar a legítima atuação de órgãos estatais.

4. O Regime Democrático foi frontalmente atingido pela decisão do Presidente do Supremo Tribunal Federal, proferida em tempo recorde, desconstituindo as 175 (cento e setenta e cinco) páginas da decisão que decretou a prisão temporária de conhecidas pessoas da alta sociedade brasileira, sob o argumento da necessidade de proteção ao mais fraco. Definitivamente não há normalidade em se considerar grandes banqueiros investigados por servirem de mandantes para a corrupção de servidores públicos o lado mais fraco da sociedade.

5.As decisões judiciais, em um Estado Democrático de Direito, devem ser cumpridas, como o foi a malsinada decisão do Presidente do Supremo Tribunal Federal. Contudo, os Procuradores da República subscritos não podem permanecer silentes frente à descarada afronta às instituições democráticas brasileiras, sob pena de assim também contribuírem para a falsa aparência de normalidade que se pretende instaurar.

Brasil, 11 de julho de 2008.

Sérgio Luiz Pinel Dias – PRES
Paulo Guaresqui – PRES
Helder Magno da Silva – PRES
João Marques Brandão Neto – PRSC
Carlos Bruno Ferreira da Silva – PRRJ
Luiz Francisco Fernandes – PRR1
Janice Agostinho Barreto – PRR3
Luciana Sperb – PRM Guarulhos
Ramiro Rockembach da Silva Matos Teixeira de Almeida- PRBA
Ana Lúcia Amaral – PRR3
Luciana Loureiro – PRDF
Vitor Veggi – PRPB
Luiza Cristina Fonseca Frischeisen – PRR3
Elizeta Maria de Paiva Ramos – PRR1
Geraldo Assunção Tavares – PRCE
Rodrigo Santos – PRTO
Edmilson da Costa Barreiros Júnior – PRAM
Ana Letícia Absy – PRSP
Daniel de Resende Salgado – PRGO
Orlando Martello Junior – PRPR
Geraldo Fernando Magalhães – PRSP
Sérgio Gardenghi Suiama – PRSP
Adailton Ramos do Nascimento – PRMG
Adriana Scordamaglia – PRSP
Fernando Lacerda Dias – PRSP
Steven Shuniti Zwicker – PRM Guarulhos
Anderson Santos – PRBA
Edmar Machado – PRMG
Pablo Coutinho Barreto – PRPE
Maurício Ribeiro Manso – PRRJ
Julio de Castilhos – PRES
Águeda Aparecida Silva Souto – PRMG
Rodrigo Poerson – PRRJ
Carlos Vinicius Cabeleira – PRES
Marco Tulio Oliveira – PRGO
Andréia Bayão Pereira Freire – PRRJ
Fernanda Oliveira – PRM Ilhéus
Luiz Fernando Gaspar Costa – PRSP
Douglas Santos Araújo – PRAP
Paulo Roberto de Alencar Araripe Furtado – PRR1
Paulo Sérgio Duarte da Rocha Júnior –

Cristianna Dutra Brunelli Nácul – PRRS

 -Peço licença aos ilustres procuradores para firmar minha indignação e solariedade a postura

 Democrática do Ministério Público do Estado de São Paulo.JOSÉ HEITOR DA COSTA.

– Mais, muito mais, eternamente-.

 

Publicado julho 11, 2008 por heitordacosta em noticias e opinião

Cabeças Pensantes atentem e vigiem – PODRIDÂO-   Leave a comment

 
 
 
   Foto-Heitor             Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
 
                                                   O Homem Bomba II
 
                        
 
                                 AX006-064 notas
 
 
 
 
                                 dolares
 
 
 ???????????????????????????????????????????????????????
 
-Mais, muito mais, eternamente-.
 
 
 
 
 
 

Publicado julho 11, 2008 por heitordacosta em noticias e opinião

Cabeças Pensantes atentem e vigiem- A Podridão-   Leave a comment

 
 
 
   Foto-Heitor                       Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
 
 
                                                           O Homem Bomba.
 
 
 
        802306_us_dantas_241_300      Eu vou contar tudo! Vou detonar!”, teria dito Dantas, que é dono do banco Opportunity. “Tudo sobre minhas relações com a política, com os partidos, com os políticos, com os candidatos, com o Congresso…tudo sobre minhas relações com a Justiça, sobre como corrompi juízes, desembargadores, sobre quem foi comprado na imprensa
 
–       Gente, essas afirmações, caso sejam reveladas, o que acontecerá?
 
 1- O povo delas terá conhecimento?
 
 2- Serão elas consideradas? Palavra de bandido vale?
 
 3- Serão fatos desconhecidos?
 
 4- Quantos milhões de Dólares foram diastribuidos?
 
 5-  É melhor deixar pra lá.
 
 6- Caso contrário não sobrará pedra sobre pedra.
 
 
 
 
 
  Se o Doutor delegado da Policia Federal gritar pega ladrão, não ficará nenhum.
 
 -Mais, muito mais, eternamente-.
 
 
 
 
 
 

Publicado julho 11, 2008 por heitordacosta em noticias e opinião

Cabeças Pensantes atentem e vigiem- Como Sempre-   Leave a comment

 
 
  Foto-Heitor       Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
 
 
                                      Como sempre  -duplo sentido-
 
 
 
 
 
 
                                      Sabor Impunidade
 
 
 
 
                             802532_pizza_comida_204_300
 
 
  -Mais, muito mais, eternamente-. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Publicado julho 10, 2008 por heitordacosta em IMPUNIDADE

Cabeças Pensantes atentem e vigiem- Livro DOSSIÊ-   Leave a comment

 
 Foto-Heitor           Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
                                                 O Livro Dossiê
                           
 
 

.

 

A tarde transcorria tranqüila, vários assuntos foram abordados. Durante a nossa conversação, o embaixador Alfredo observa que as ações desenvolvidas pelo partido Niilista Brasileiro e a Facção Boi Voador, contrárias as atividades impostas por parte da Mídia brasileira comprometida com a Ditadura do Índice de Audiência, devem ser tratadas sob uma ótica mais abrangente, que ajude enfocar o aspecto social, cultural, antropológico, deixando de lado o confronto direto, -passeatas comícios- contestações- que possam desvirtuar, confundir aqueles que precisam ser esclarecidos. Para que haja mudanças, não basta dizer, apontar, convocar a população para que deixem de assistir esses "programas” sem nenhum conteúdo, o mínimo de respeito as famílias. É terminante antes de tudo que sejam desenvolvidas opções, criar-se ferramentas, que auxiliem a sociedade no combate, é necessário em primeiro lugar que uma parcela dela  -a excluída- tenha voz, seja ouvida, respeitada. É indispensável conhecer seus anseios, suas manifestações culturais, esse complexo universo. A Ditadura do Índice de Audiência exige uma reflexão mais apurada, -mapear o sistema de significação e as necessidades simbólicas que ele envolve- a relação entre seres humanos e os objetos que almejam. O Consumo e a Cultura.

Bebo mais um gole do meu drink, -uma taça com champanhe Veuve Clicquot-, pergunto ao embaixador Alfredo, se a relação consumo e a cultura nos revela que longe de seguir impulsos psicológicos ou estritamente racionais, os homens consomem de acordo com valores socialmente significativos. Ele diz que a teoria do consumo tem de ser uma teoria da cultura e uma teoria social,  e por isso é necessário que haja um debate amplo com a sociedade incentivar os segmentos nas áreas sociais a darem a devida atenção ao estado de sua lógica e de seus significados na sociedade.

 

 

Capitulo VII

 

 A chegada do Jofre e monsieur Jugnot, é precedida por vários toques de buzina de um reluzente Porshe  conversível de cor preta metálica, que após contornar o jardim em frente a entrada principal do Castelo, estaciona: -não sem antes interromper nossas conversas-. Duas mulheres saem do carro; a distância, a gente logo percebe tratar-se de modelos, -são altas esguias, uma é branca, a outra é negra-. A presença delas provoca no Jofre o estimulo da emoção através da memória afetiva e, como estivesse abduzido, deixa sua bicicleta cair no chão. Gedenilson percebe que a roupa que ele veste está fora do contexto. -Jofre veste uma camiseta de malha, vermelha mangas curtas, fusô branco, Tênis nas cores azul e branco-. De forma sutil, por meio de sinais discretos, lhe pede que vá tomar um banho e após, se quiser voltar, venha bem vestido. O Jofre compreende, rindo, ele saí.

Madame Paullet avisa a Justine que está tudo pronto. Trata-se dos arranjos para o almoço, -do lado oposto, bem próximo, podemos ver pequenas ilhas, três- com pisos de tábuas rústicas, colocadas em cima da grama, tendo toldos, -Ombrelones- brancos cobrindo mesas e, sobre elas, pratos e travessas com iguarias. Ao lado, sobre um pequeno módulo redondo, um grupo de músicos, -sexteto- executam um jazz de primeira.

Estou no sul da França em um Castelo. A tarde apresentava-se de forma radiante, provocando em mim uma saudade do Brasil, do por do sol visto no Arpoador. Pensei; logo a estação Verão daqui, irá ceder o seu período de reinado para o Outono e, certamente eu, não estarei mais neste lugar. Olho ao redor vejo perto a Justine e os dois monumentos, exemplares da raça humana; a branca deveria ter quase uns  dois metros de altura. Noventa centímetros de busto, sessenta e dois centímetros de cintura, e noventa e três de quadris. A sua pele é bem alva, -padrão europeu-. 

Seus olhos tem cor castanho e seus cabelos imagino que tenham a mesma cor; -ela está com os cabelos tingidos  -vermelho,- e tem balaaige na tonalidade dourada- . Um vizoo! Porém, a minha atenção está totalmente voltada na direção da deusa de ébano, linda soberana e magestosa.A casula romana que lhe cobre e protege o seu corpo, dourada com acabamentos em cor azul -bolsos e punhos,- lhe dá um toque de realeza. Ela é mais alta que o outro modelo, aparenta ter mais de dois metros de altura, -só de comprimento de pernas teve ter um metro e trinta centímetros-. Ela tem um nariz arrebitado levemente, seus lábios são finos, -a casula não consegue esconder as formas bem deneliadas do seu  magnífico corpo.- Talvez fosse reencarnação de Nefertite. Justine percebe o meu estado de “ transe”, pega delicadamente no braço dela, trazendo-a para perto de mim. Face a face, me diz que ela é contratada da Maison a cinco anos.

-Ela é uma princesa em sua tribo nômade da Nigéria, é da etnia Yorùbá, seu nome é Bola Aiyemi.

 -Trecho do meu livro DOSSIÊ. Encontra-se nas Livrarias CD CENTRO- Rua da Quitanda, loja 3B e Rua São José 35-loja.Q

 – Mais muito mais, eternamente-. 

.

 

 

 

 

Publicado julho 9, 2008 por heitordacosta em Livros

Cabeças Pensantes atentem e vigiem- A Lei e a Ordem-   Leave a comment

 
 Foto-Heitor                            Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
                                                        A Lei e a Ordem  
 
   

Cabeças Pensantes atentem e vigiem

O Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul através de seus procuradores impetraram uma ação civil pública visando a reordenar institucionalmente o estado. A ação civil foi acolhida em caráter liminar pelo juiz da Comarca de Carazinho, RS, começando pela desocupação de dois acampamentos que cercavam a Fazenda Coqueiros.

A Policia Militar cumpriu a ordem judicial. Essa fazenda já sofreu no período de 50 meses 12 grandes invasões e, fez mais de 135 boletins de ocorrência. Teve 11casas e dois caminhões incendiados, um trator foi explodido com dinamite, 200 bois foram abatidos, cem desaparecidos.

Uma área de 30 hectares com danos ambientais, incêndios, mutilações de animais, além de funcionários agredidos. Essa propriedade foi considerada pelo Ministro do desenvolvimento agrário como altamente produtiva.

O Ministério Público no dizer de seus promotores trata-se de “investigar os integrantes de acampamentos e a direção do MST pela prática de crime organizado, pois ficou constatado que o movimento e seus militantes têm prática de atos criminosos, como invasão e a depredação de propriedades privadas e de prédios públicos, como táticas regulares de atuação.

A proposta desse bando de baderneiros tem como objetivo impor uma filosofia política social retrógada através do vandalismo. Há muito se esperava dos órgãos responsáveis medidas como essa em que a ordem democrática seja respeitada.

Está de parabéns o Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul. Sabemos que essa malta tem fortes padrinhos que nós conhecemos muito bem, mais a sociedade não pode mais aceitar e tão pouco pactuar com esse estado de omissões.

-Mais, muito mais, eternamente-.

 

 

 

Publicado julho 8, 2008 por heitordacosta em Organizações