Cabeças Pensates atentem e vigiem -Nossa Vã filosofia-   Leave a comment

 
 
  Foto-Heitor

                                                                               Cabeças Pensantes atentem e vigiem

                                                                               Há muito mais coisas que a nossa vã filosofia

 

 

 

 

 

                                                          ufo101_grande 

   Eu estava procurando em meus arquivos algumas informações, quando tive minha atenção voltada para uma revista que apresentava uma matéria realizada no século passado, enfocando de forma séria, um assunto por demais polêmico. Ufos.

Nela, verifiquei que no ano de 1977 ocorreram em grande escala, várias aparições fartamente presenciada por moradores ribeirinhos, da região de Colares, que é uma ilha pertencente ao município de Vigia no litoral do Pará.

As evidências desses fatos e o registro de parte da população, incluindo autoridades, descrevendo as formas como aconteciam esses ‘fenômenos’, levaram a Aeronáutica, através do 1 Comando Aéreo Regional (CONAR), realizar uma investigação, criando um comando operacional tendo como seu comandante um oficial com a patente de capitão a frente de uns determinados números de militares.  

Caberia a eles verificar a veracidade dos relatos, apesar das aparições terem ocorridas em lugares e horários diferentes, havia dúvidas sobre os acontecimentos.

A missão foi batizada com o nome de OPERAÇÂO PRATO.

No período de suas observações e, – algumas participações diretas-, o registro documental produziu um vasto material, – mais de 500 fotos-, que revelam aparições de Naves de forma inconteste.

Após a passagem de vários anos, o Comandante da Operação Prato, Na ocasião da entrevista já no posto de Coronel, relata o que viu e participou naquela ocasião. (Segundo informações, O Coronel suicidou-se tempo depois. Em respeito ao fato não mencionei seu nome e, nem publiquei sua foto).

Apesar da seriedade das pessoas envolvidas, algumas humildes, às vezes confundidas como seres ‘influenciáveis’, o tratamento dispensado pela mídia investigativa e, algumas situações documentadas que revelam dados verídicos, não são suficientes para que o assunto seja considerado sério, pelos menos pelas autoridades, publicamente.

-Mais, muito mais, eternamente-.

Anúncios

Publicado janeiro 28, 2008 por heitordacosta em noticias e opinião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: