Arquivo para dezembro 2007

Cabeças Pensantes -Conhecimento é Poder-   Leave a comment

          
 
                                                                               Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
                                                                                    42-15377389_thumb_s
 
 
                                                                                                    Scientia est Potentia 
                                                 
Anúncios

Publicado dezembro 5, 2007 por heitordacosta em Organizações

Cabeças Pensantes atentem e vigiem   Leave a comment

                                            
                                                  
                                                      Cabeças Pensantes atentem e vigiem
        Foto-Heitor   EÇA DE QUEIROZ escreveu em 1871
"Estamos perdidos há muito tempo… O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada.
Os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida.
Ninguém se respeita.Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram.
A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
O Estado é considerado na sua ação fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
Diz-se por toda a parte, o país está perdido!
Algum opositor do atual governo? 
NÃO!"
 
   -Mais muio mais eternamente-.
 

Publicado dezembro 5, 2007 por heitordacosta em Livros

Cabeças Pensantes atentem e vigiem “DOSSIÊ”.   Leave a comment

 

             Sexy Cabeças ,Pensantes atentem e vigiem

 

                   TRECHO DO MEU LIVRO "DOSSIÊ"’

 

-—– Gedenilson, eu quero lhe dizer que tenho uma enorme admiração por você. Mas a minha preocupação é saber que a sua inocência sempre será questionada. Porém seu heroísmo estará presente eternamente em nossas mentes. O incrível envolvimento seu não é mais surpreendente que a sua atitude assumida na trajetória dos fatos.                                                                                                        

    A nossa luta é em defesa dos princípios constitucionais da ordem em defesa da família, da moral e bom costume. O momento pelo qual passa a nossa sociedade necessita urgentemente de uma revisão de convicções. É preciso que haja lugar, reconhecimento do divino, o senhor Deus, supremo que se fez homem, impregnando os denominados valores éticos ou morais dessa perenidade e tranqüilidade para quem os vive. Tais digressões objetivam trazer à reflexão o verdadeiro conteúdo da ética e da moral (vocábulos tanto mais mencionados quanto menos vividos em todos os ambientes sociais e profissionais) em face do cenário atual.

      Para que essas mudanças ocorram será necessário que o governo manifeste uma vontade política que apóie as reivindicações da sociedade, promovendo uma mudança radical no atual contexto. Que a sociedade consciente exija desses governantes uma reforma na sua política educacional e artística.

       É inevitável também que mudanças ocorram na legislação que regulamente as concessões de canais para rádios e emissoras de televisão. Serão necessárias  uma revisão e elaboração de um código de ética, regulador imprescindível dos excessos encontrados hoje em dia nas programações apresentadas pelas emissoras de televisão. A maioria dessas produções e programas tem caráter descartável que comprometem as identidades nacionais e regionais.

   Em nome de um mercado cada vez mais globalizado, ela acaba ignorando nossas raízes, nossas verdades, nossos valores, que ajudam a encontrar nossa identidade como gente. Isso sem levar em conta certos modelos de programas que abreviam a infância, muito rápida, muito cedo; Erotismo, consumismo e mídia. 

           

                        

 A questão que trata dos abusos e excessos apresentados nas transmissões de programas de televisão revela a necessidade premente, de criação de um órgão (sistema regulador) em canal aberto.

    As normas disciplinares desse novo código seriam elaboradas através de um consenso obtido por intermédio da participação de setores da sociedade, associações culturais, Ongs, entidades religiosas, instituições. Esses segmentos formariam o Conselho de Ética que seria o órgão inibidor dos excessos praticados nas programações dessas emissoras de televisão.

   Outra medida necessária na lei das concessões dos canais é que a escolha que indica o futuro gestor do canal de tv esteja distanciada das interferências políticas partidárias, sendo seu critério meramente empresarial, devendo o candidato preencher os requisitos exigidos iguais aos que se candidatam as titularidades de uma rede bancária.

 

   Em um passado recente, o Rio de Janeiro abrigou cinco canais de televisão: Três redes: Tv Tupi, Tv Manchete e, Tv Excelsior. Duas emissoras de Televisão regional: TV Rio e TV Continental. Faliram todas. Algumas, além da má administração, tiveram interferência de – fatos obscuros, –  políticos, que associados a uma péssima administração, provocaram a inadimplência e posteriormente a falência

    Há um outro aspecto a ser considerado: A grande concentração de emissoras em uma determinada praça (região) esse fato inibe a expansão, participação, do mercado (comercialização do produto) provocando um desequilíbrio econômico promovendo uma criação de oligopólio, colocando os interesses da mídia em conflitos com o poder político. Há também a massificação cultural regional imposta ao restante do país, além de uma identidade regional globalizada.

   Outra questão de suma importância é a que trata da expansão e formação das redes de Televisão.

   As próximas concessões deverão contemplar as regiões norte, nordeste e centro oeste,

Todo canal cabeça de rede (emissora de TV) terá sua expansão feita da seguinte forma:

     Terá direito em cada estado que for cabeça de rede, acrescentando a sua rede, um canal de Tv com transmissão de sinal codificado (fechado a cabo) que apresentará uma programação livre.

 

                                                    REDE DE TELEVISÃO

                                                      Cabeça de Rede

           Repetidoras:                                                                              Canal TV à Cabo :

                                                      Rede  Nacional                                    

           Interior                                                                                       Assinaturas

                                                    Canal 1    local :

                                                    Emissoras Associadas:                      

 

            

 

 As emissoras (cabeça de rede) que transmitem sinal aberto terão sua programação adequada às diretrizes do Código de Ética, ficando as atividades dos canais a cabo livre dessa regulamentação.

   O governo federal desempenhará papel super importante nessas mudanças começando com a escolha do sistema digital que será implantado e utilizado em suas transmissões.

     Ao mesmo tempo revitalizará a sua rede pública de Televisão educativa. Continuará formando rede nacional com todas  as emissoras de Televisão privadas, sempre que haja necessidade. Destinará verba em seu orçamento para obtenção de recursos que possibilitem a aquisição de uma estrutura técnica operacional (equipamentos) que proporcionem condições de realizações em nível de primeiro mundo.

 

     Caberá a rede pública de Televisão educativa, apresentar através de uma elaborada programação cujo enfoque abrangente revele, resgate, divulgue as nossas culturas e suas manifestações (música, dança, canto, contos, lendas)  Assumindo essa postura, estará contribuindo de certa forma para o surgimento de uma identidade nacional e o amor à pátria seja revelado através do civismo e sua cidadania. É o mínimo da obrigação que ele terá de fazer.

     É preciso  considerar que os interesses envolvidos extrapolam as nossas fronteiras. Não se trata de uma reforma que vá sempre beneficiar, favorecer um grupo de privilegiados.

      O governo tem a obrigação, isso mesmo, OBRIGAÇÃO de assumir a responsabilidade de cuidar, preservar, ajudar, divulgar, implementar, expandir e apresentar as culturas do nosso país. Ditar as regras do jogo. Tem que haver um  mínimo de interesse não pode deixar depender da iniciativa privada, o tal ”regime democrático”, que tem todas as suas atividades produtos atrelados dependentes ao tal mercado capitalista que só favorece aos interesses dessas empresas em prejuízo de um produto que apresente um conteúdo de importância nacional.

      – Querido amigo jornalista Daniel Dantas. Eu acho que essas propostas elaboradas, desenvolvidas e coordenadas pelo partido Niilista Brasileiro, retratam perfeitamente os anseios da sociedade. Porém, parece-me um pouco complicado, porque pelo que eu entendi, o sucesso do plano depende muito da participação do governo.

     – Estimado amigo Gedenilson. Eu compreendo seus temores o regime continuará sendo democrático, mas terá que haver seriedade, responsabilidade, realização, terá que acontecer MUDANÇAS! A nossa identidade tem de ser elaborada, existir. Essa obrigação não pode ser atribuída à iniciativa privada. Poderá ela divulgá-la, quiçá, através de programas, comercializá-la, mas transferir a esse segmento privado a responsabilidade de realizar, produzir programas e neles divulgar a nossa cultura  e um erro. O governo tem que dar o referencial, o modelo, produzir, realizar. 

           Como falamos anteriormente o primeiro passo a ser dado será::

 

a)         Definição do sistema digital que deve ser implantado em nossas transmissões

 

b)         Criação de um Código de Ética para ser usado nas transmissões de Tvs abertas

 

c)         Mudanças na legislação que regulamenta as concessões de canais de rádio, Tvs.

 

d)        Revitalizar, adequar o funcionamento da rede pública de emissoras de Tvs.

 

e)         Realizar produções de programas que tratem das manifestações culturais artísticas do país.

 

f)         Desenvolver um padrão de qualidade nas transmissões. 

 

        

 

– Querido companheiro, jornalista Daniel Dantas, eu não entendo nada de comunicação, Televisão, mídia, mas será que você acredita mesmo que o governo tenha vontade, disposição de realizar mudanças que atendam ao clamor da sociedade? Ou será que ele como sempre ficará no seu eterno nhemnhem nem?

– –Respeitado amigo Gedenilson, eu acho que ele, governo, atenderá. E vou lhe dizer por que penso dessa maneira. Em primeiro lugar as nossas propostas trazem os anseios, as reivindicações de uma sociedade que espera essas mudanças há um bom tempo. Por outro lado, que me perdoem os historiadores que costumam dizer que a história não se repete. Toda vez que a sociedade se manifesta, pressionada por situações que exijam uma mudança imediata, ela, induzida, inconsciente ou consciente, participa de várias formas, em passeatas, eleições ou na bordoada.

     Sua indignação coletiva assusta, enfraquece, derruba, ultrapassa as muralhas da fortaleza do inimigo opressor deixando quase sempre o rei no mínimo de cuecas nas mãos, dentro de uma torre, isso também quando ela não é desmoronada!

 – Sua força é cega, porém ela existe.    

           
 
   Foto-Heitor   -Mais, muito mais, eternamente-.
 
 

Publicado dezembro 4, 2007 por heitordacosta em Livros

Cabeças Pensantes atentem e vigiem   Leave a comment

 Sexy Cabeças Pensantes atentem e vigiem
 
  Hoje eu vou mostrar para vocês uma aventura  vivida por dois milionários que uma senhora, Jovem amiga me enviou.
 
A pirâmide  e  a TROPA DE ELITE

Dois milionários estavam passeando pelo deserto, quando um deles caiu do
camelo, porque o animal tropeçou em alguma coisa.
Ele então foi ver a"pedra" e começou a cavar em volta dela, achando assim um monumento
enterrado.
Como os dois eram muito ricos, compraram aquela parte do deserto e
contrataram uma empresa para cavar a fim de descobrirem o que era.
Após algumas semanas de escavação, descobriram que era uma pirâmide.
Ficaram discutindo quem deviam chamar para analisar a pirâmide, e
optaram pelos americanos, afinal, eles tinham muita tecnologia e estudos avançados.

Os americanos vieram com jipes, helicópteros, computadores,
especialistas… Eles entraram na pirâmide e saíram de lá após 2 anos.
– " E então? O que vocês descobriram?" – perguntaram os milionários.
– " A pirâmide foi construída entre 1.500 e 2.000 A .C."
– " Só isso? Bando de ianques estúpidos! Dois anos pra descobrir só
isso?"
– " Mas, os hieróglifos são diferentes de tudo o que já vimos!"
– " Sumam daqui seus idiotas!"

Chamaram então os alemães, que também vieram com toda a equipe e
parafernálias e se enfiaram na pirâmide por 2 anos.
Quando saíram, os milionários perguntaram:
– " E então? O que descobriram?"
– " A pirâmide foi construída há aproximadamente 2.000 A .C."
– " Alemães imbecis! Só servem pra beber cerveja? Sumam daqui!"
– " Mas a escrita é muito complicada!"
– " Caiam fora, seus idiotas!"

Ficaram então os dois na dúvida. Quem deviam chamar? Até que um
funcionário falou para chamarem a Polícia Civil do Rio de Janeiro. Os
policiais tinham treinamento em investigação e poderiam descobrir alguma
coisa. Como não custa nada tentar, os dois chamaram alguns policiais
civis do Rio de Janeiro.

Eles entraram na pirâmide e após 5 horas retornaram com um papel escrito.

– "Mas já saíram?" – perguntaram os dois milionários.
– " Sim, já terminamos a investigação. A pirâmide foi construída entre
12 de fevereiro de 1858 e 22 de julho de 1857 A .C., conforme as ordens
do faraó Knekhetop IV, e seu arquiteto foi Tutmosis, o Jovem.
No dia da inauguração  choveu e houve um eclipse parcial da lua à noite.
Participaram da construção da pirâmide 2.118 escravos  qualificados, que
tentaram uma revolta pelas precárias condições do trabalho, mas  que foi
sufocada pelos soldados do faraó, com um resultado de 42 mortos.
Aí dentro tem 2 milhões de dólares em  artefatos de ouro, 5 milhões em
diamantes e o custo da obra totaliza 23 milhões de dólares, já inclusos
os artefatos."
E os policiais continuaram por mais meia hora com o blá, blá, blá …,
até que um dos milionários falou:
– "Esperem, esperem! Como conseguiram descobrir isso em apenas 5 horas?"
– "Senhores" – falou um dos policiais – "Foi difícil! Mas, no final, a múmia acabou confessando.


   Foto-Heitor-Mais muito mais, eternamente-.

Responder

Responder a todos

Encaminhar
 
« Voltar para Caixa de entrada
ArquivarDenunciar spamExcluir
Mais ações…——–Aplicar marcador:   Novo marcador…
‹ Recentes 20 de 219 Antigas ›
Você está usando 320 MB (16%) de 2048 MB no momento.

Publicado dezembro 3, 2007 por heitordacosta em Entretenimento