Os bobos e a Corte no país do faz de conta   Leave a comment

       

        Sexy Cabeças Pensantes atentem e vigiem

Os bobos e a Corte no país do faz de conta (continuação)

Em pesquisa feita no ano de 2002, com mais de 80% dos deputados federais, Paulo Figueira Leal doutor em ciência política pelo IUPERJ e, professor da Universidade Federal de Juiz de Fora, revelou que a transferência dos movimentos sociais e sindicais para os espaços político institucional ocupado pelo partido já estavam em processo de ocupação e crescimento antes mesmo da chegada do senhor da Silva ao poder.

Com a conquista do Planalto seguindo uma máxima do partido naquela época – ocupação dos espaços-, ele, potencializou o processo

A pesquisa revelou também que 62% afirmaram ter funcionários contratados por indicação de movimentos sociais ou outras organizações, 43% indicações de bases eleitorais e outras organizações. Relações pessoais 36%, indicação do partido 17%, indicação da tendência interna 4%, deliberação do coletivo do mandato 2.5% e finalmente expertise 2.5%.

Após essa fase a porteira foi escancarada e, o senhor da Silva continua realizando sua “reforma agrária urbana".
 
 
     Sexy -mais, muito mais, etrenamente-.

Anúncios

Publicado outubro 23, 2007 por heitordacosta em Notícias e política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: