Do Átomo ao Arcanjo do Sagrado ao Profano   Leave a comment

Sexy

Cabeça Pensante Atente e vigie

Do Átomo ao Arcanjo do Sagrado ao Profano.

Estou de volta. Antes de tudo quero agradecer aos amigos que me acompanham e os que me visitam, a fidelidade e a compreensão. Por motivos de saúde –cansaço- vi-me obrigado a ausentar-me por alguns dias do espaço. Vivi 15 dias maravilhosos em um Paraíso –fora de temporada-, chamado Praia do Peró, em Cabo Frio.

Tenho muito que comentar e falar sobre coisas encantadoras que por lá encontrei e existem, porém, hoje estou muito triste. Pensei muito, pois não acho justo que vocês sejam atingidos, -informados-, dos fatos que se sobrepujaram a minha alegria, mas, é necessário que isso aconteça.

Mais um profissional da imprensa, é brutalmente assassinado em pleno exercício de sua profissão, em um país (?) chamado Mianmar, -ex-Birmânia-, na cidade de Yangon, quando fotografava, -REVELAVA PARA O MUNDO-, AS ATROCIDADES COMETIDAS POR MEMBROS DE UM “EXÉRCITO PÉ DE CHINELO, contra os Monges Budistas, que contam com a admiração de uma sociedade maltratada oprimida, por uma junta “militar” –talvez remanescente de GENGIS KAN-.

A vítima, o repórter fotográfico de nacionalidade japonesa, Kenji Nagai, da agência AFP. Ele é o primeiro estrangeiro a ser assassinado durante o confronto. A foto estampada nas primeiras páginas dos principais jornais do mundo mostra Nagai caído no chão deitado em decúbito dorsal. Apesar de atingido mortalmente pelos disparos feitos por um troglodita PÉ DESCALÇO, que se preparava para lhe dar o-confere-, tiro final, ainda empunhava sua câmera digital. Morreu no cumprimento do dever.

Na África, quando morre uma pessoa com mais idade, é costume dizer: fecharam-se mais uma biblioteca.

No ocidente quando um profissional da Imprensa é abatido o que dizer?

Hoje nós estamos de luto. Diante dessa barbárie nós da imprensa devemos reagir. Os jornais do mundo deveriam circular com uma tarja durante sete dias

Meus olhos não suportam tamanha selvageria. A foto revela a face do horror da opressão, da tirania. A ausência da humanidade, de respeito à vida, ao ser humano. Um covarde MILICO PÉ DE CHINELO tenta evitar que o mundo veja através da lente da máquina fotográfica do repórter HERÓI, Kenji Nagai, as atrocidades não mais permitidas nessa nova era.

O direito a vida tem que ser respeitado em toda qualquer situação. – Quando em confronto ainda pode ser tolerado, porém, quando um dos contendores encontra-se desarmado e o outro usa sua arma é crime. Deve ser considerado crime hediondo. Contra jornalistas e a Imprensa de um modo geral, deve ser entendido como crime contra humanidade

Kenji Nagai foi assassinado empunhando sua câmera fotográfica Digital. –Uma terrível ameaça para esses tiranos, trogloditas, covardes.

Mais um profissional abatido que cai de pé empunhando sua “mortífera” arma. Devemos todos protestar, expressar nossa repugnância e revolta. – Não vamos vestir roupa branca e realizar passeata na zona sul pedindo paz-. Devemos sim por todos os meios possíveis e imagináveis.

Áh! Antes que esqueça; avisem os representantes dos Direitos dos Manos, digo, humanos, que é necessária a presença deles lá.

-mais, muito mais, eternamente-.

Anúncios

Publicado setembro 28, 2007 por heitordacosta em Notícias e política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: