Falando sobre Um fato em foco   1 comment

Sexy 

Citação

Los Hermanos. Cabeças pensantes atente e vigiem

“O Brasil rasgou a  melhor tradição de sua democracia com essa deportação sumária dos dois boxeadores cubanos. O Brasil me envergonhou. Estamos entregando dois jovens campeões cubanos à ditadura sanguinária de Fidel Castro”. Condenou o senador Tucano Arthur Virgílio. (AM)

Logo após a deserção dos atletas cubanos o jornal Granma publicou uma reflexão de Fidel onde ele questionava se o Brasil era substituto dos Estados Unidos, referindo-se ao caso dos cubanos desertores do sistema.

Enquanto isso em matéria assinada  por  Anthony Boadle para Reuters  ele informa que desde de maio, a guarda costeira americana vem interceptando mais barcos em condições precárias e cheias de pessoas nas águas calmas de verão do Estreito da Flórida. A patrulha de fronteira também registra bom número crescente de travessias nos limites entre México e os EUA.

Esses cubanos viajam entre os 145 quilômetros que separam sua ilha em qualquer coisa que flutue e tenha motor. Serve de barcos pesqueiro seqüestrado até estruturas de canos amarrados e cobertos juntos com um cortador de grama responsável pela propulsão. Só neste ano, 2.819. desembarcaram na costa da Flórida. –Existe definitivamente um aumento. Não vamos negá-lo-, garantiu Jennifer Connors, porta- voz da Customs and Border Protection

-Antigamente o muro que separava a Berlim oriental da Berlim livre, quando algum fugitivo do sistema conseguia ultrapassá-lo, não havia meios,  –conchavos, companheirismo, quiça arrepios da lei,- que devolvessem  o desertor.

Hoje , os muros são muito mais perigosos pois são feitos por Ditadores, que se fazem de vítimas.

SexyUm fato em foco

 

Publicado agosto 7, 2007 por heitordacosta em noticias e opinião

Uma resposta para “Falando sobre Um fato em foco

Assinar os comentários com RSS.

  1. Cabeças Pensantes atente e vigiem
    A Televisão a ética e os Direitos de Imagens.
    Algum tempo acompanho na Mídia fatos relacionados às reapresentações de programas-reprises-, e lançamentos em áudio e vídeos-CDS e DVDS-, de artistas que já estão em outro plano.
    Quando comecei trabalhar em Televisão, – pertenço à segunda geração de profissionais-, existiam duas emissoras; Televisão Tupi e Televisão RIO. –Década de 50-. Depois vieram, Televisão Continental, Televisão Excelsior, Televisão Globo e finalmente, Televisão Manchete. Pois bem, tirando a Televisão Globo da relação, todas faliram. O que provocou tal fato fica para outra ocasião.
    Voltando ao assunto, naquele tempo as contratações dos artistas, dependendo da fama, obrigavam a ter além do compromisso direto, -programa- mais duas ou três, participações – escalações em outros programas. O artista era contratado pela emissora (x) para atuar no programa (y). Se o artista tivesse nome, o adendo determinando sua atuação em mais programas era acrescentado ao contrato.
    Então o Direito de Imagens pertencia à contratante -Emissora de TV- durante a vigência do referido contrato. Também existia uma clausula que vedava sua participação em programas de emissora concorrentes enquanto houvesse o vínculo contratual.No início dos anos 60 o profissionalismo aparece mais focado. A década da poesia, – melhor assim chamá-la-, chegara ao fim, e, outras emissoras surgem, junto, as agências de publicidade, empresários, o Marketing um eldorado financeiro sedutor, acenava com todo o fascínio que o ouro  

    Curtir

    joseheitordacosta

Deixe uma resposta para joseheitordacosta Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: